Carros autônomos já são realidade nos pátios industriais

Redes neurais profundas (deep learning), inteligência artificial e visão computacional utilizadas na automação veicular para o setor industrial

Carros autônomos já são realidade nos pátios industriais

Divulgação Lume Robotics

Certamente você já ouviu falar nos carros autônomos, uma das principais tendências do futuro. Mas, e se eu falar que no Brasil, esse avanço tecnológico já é uma realidade? A startup Lume Robotics, fundada em 2019, é uma empresa que atua na automação veicular. O projeto inicial foi criado em 2009, ainda no âmbito do Projeto IARA (Intelligent Autonomous Robotic Automobile) do Laboratório de Computação de Alto Desempenho (LCAD) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). A primeira viagem autônoma, criada pelo grupo de pesquisadores, que posteriormente fundou a Lume Robotics, atingiu um marco na história dos carros autônomos ao realizar uma viagem do campus da UFES, em Vitória, até a cidade de Guarapari.

“Foi um percurso de 74 km, passando por três municípios em tráfego normal de ruas, avenidas, rodovias, pontes, praças de pedágio, semáforos, entre outras situações de trânsito”, conta Rânik Guidolini, sócio-fundador da startup, explicando que a empresa tem como missão prover soluções tecnológicas autônomas eficientes e seguras. Para alcançar esse nível de autonomia, a Lume Robotics utiliza tecnologias avançadas como redes neurais profundas (deep learning), inteligência artificial, visão computacional e robótica autônoma para desenvolver o Sistema Lume de Mobilidade Autônoma: um sistema robótico avançado, composto por hardware e software, que confere a um veículo a capacidade de trafegar de modo totalmente autônomo, sem a necessidade de um motorista humano.

“O nosso sistema é capaz de criar mapas e rotas de uma determinada região. Utilizando informações dinâmicas de sensores, o sistema se localiza instantaneamente na região mapeada e pode trafegar de forma autônoma, evitando obstáculos estáticos e dinâmicos, lidando com todos os elementos de trânsito e alcançando o destino predefinido”, esclarece Guidolini.

 — Foto: Divulgação Lume Robotics

— Foto: Divulgação Lume Robotics

Automação industrial

A Lume tem como área de atuação os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Os principais clientes da startup são as indústrias dos setores de siderurgia, mineração e celulose.

E por esse interesse em desenvolver soluções para o setor produtivo, a Lume participou do programa FIEMG Lab 4.0, hub que conecta startups as indtechs com a indústria. “Iniciativas como o FIEMG Lab são fundamentais para alavancar a criação e o sucesso de startups no Brasil. O programa nos contemplou com mentorias e encontros de negócio com as indústrias, alavancando as interações com clientes e possibilidades reais de fechamento de negócios”, conta o empresário.

 — Foto: Divulgação Lume Robotics

— Foto: Divulgação Lume Robotics

No setor industrial, os veículos autônomos são utilizados para diminuir a distância entre os pátios das fábricas e na movimentação de cargas nos ambientes internos, como entre galpões. Também atendem a demanda de circulação de empregados e visitantes diariamente. “Nossas estimativas apontam que o emprego de veículos autônomos para logística interna dentro de indústrias tem potencial de movimentar U$ 360 bilhões no mundo e R$ 10 bilhões no Brasil”, ressalta.

Guidolini pontua que a utilização do sistema Lume pode proporcionar a redução de 75% dos custos com mão de obra, por dispensar a necessidade de um motorista dentro do veículo, 17% dos custos operacionais, 24% dos custos de depreciação e até 94% dos acidentes, pois o sistema não está sujeito a distrações, fadiga, imperícia, mal súbito, entre outros.

Fonte: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/especial-publicitario/fiemg-industria-com-voce/automotivo/noticia/2021/08/27/carros-autonomos-ja-sao-realidade-nos-patios-industriais.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.