Principais problemas com a Nova Fiat Strada; conforme proprietários

Nova Fiat Strada
Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

Nos últimos anos, a Fiat realizou diversos lançamentos importantes no mercado brasileiro. Um bom exemplo é o lançamento da nova Fiat Strada. Este modelo ficou com um porte maior e um novo visual. Sem falar que ganhou novos equipamentos. Hoje, o veículo é uma das principais referências do mercado de comerciais leves. Mas a possui alguns pontos negativos. Veja aqui alguns deles, segundos os próprios donos e relatos para a plataforma Mobi auto.

Nova Fiat Strada
A Fiat Strada foi o carro mais vendido de 2021 do Brasil. Mas quais são os problemas mais citados pelos donos da picape? Veja aqui! (Foto: Divulgação/Fiat)

Veja alguns pontos negativos da nova Fiat Strada, segundo os donos

Já faz um tempo que carro está presente no mercado brasileiro. A Strada foi lançada originalmente em 1998. No caso, ela era a versão picape do Palio. Depois disso, o modelo passou por quatro reestilizações diferentes antes de ganhar uma nova geração. E estamos falando do carro mais vendido em 2021. De acordo com dados da Fenabrave, ele teve 109.107 unidades vendidas.

Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

Os interessados em comprar o veículo podem escolher dentre as mais diversas opções de carroceria, versões e câmbio. O motor também muda. A versão Endurance (cabine simples) está equipado com um motor 1.4 8V Flex. As outras versões utilizam um motor 1.3 Firefly.

Atualmente, o modelo custa entre R$ 90.990 (Endurance Cabine Plus) e R$ 116.990 (Ranch Cabine Dupla). Este carro possui diversos atributos. Mas também possui alguns pontos negativos. E os donos usaram algumas páginas da internet para falarem sobre eles. Veja aqui os principais pontos citados por eles.

Nova Fiat Strada – Câmbio

Nova Fiat Strada
Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

Começamos falando sobre a caixa de transmissão do modelo. A nova Fiat Strada vem acompanhada de um câmbio manual de cinco velocidades desde o lançamento. E parece que ela não vem agradando muitos os proprietários do veículo. Alguns problemas neste componente foram relatados. De acordo com um cliente, o câmbio não conseguia engrenar a segunda marcha.

Um outro dono reclamou de ruídos. Ele diz que isso acontece quando o carro dá a partida e quando ele está andando em baixa rotação. Uma outra pessoa define os engates como difíceis e fala que a primeira marcha é reduzida. Ainda não há relatos de problemas na transmissão automática do tipo CVT. Esta está disponíveis nas versões mais caras.

infiltração

Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

Os donos da picape da montadora italiana também estão sofrendo ao rodar com o carro em dias de chuva. Isso porque a água acaba entrando na cabine. Em um caso, a água estava entrando no lado do carona. Mesmo após algumas visitas a concessionária, as infiltrações persistiram. Em outro relato, a pessoa disse que a chuva faz com que o carro fique com um cheiro desagradável.

Problemas com os vidros elétricos e ruídos

Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

nova Fiat Strada vem equipada com vidros elétricos. E este é outro componente que apresentou falhas, segundo proprietários. Em um caso, a pessoa disse que o vidro não fecha. Outro cliente diz que teve problemas com os vidros na hora de fechar o carro com alarme. Um terceiro cliente também reclamou do mesmo problema.

Nos mesmos relatos podemos ver que certos barulhos no carro estão incomodando. No caso, foram citados ruídos no motor, nos freios e na bateria.

Suspensão

Fiat Strada (Foto: Divulgação/Fiat)

Por fim, falaremos de problemas relacionados a suspensão do veículo. Algumas pessoas falaram, por exemplo, que tanto a suspensão dianteira quanto a traseira são duras. Outras reclamaram do item por causa dos ruídos. Um proprietário de uma Strada Freedom disse que os barulhos em seu veículo, que está próximo dos 9.000 km, apresentou barulhos na suspensão dianteira.

Ele explica que estes barulhos pareciam com peças soltas. Ou até mesmo como se peças de metal estivessem batendo uma nas outras. A suspensão traseira também começou a apresentar problemas. Alias, esta pessoa não foi o único a ouvir barulhos na suspensão dianteira. Neste caso específico, algumas pessoas conseguiram resolver o problemas.

Fonte: https://garagem360.com.br/principais-problemas-com-a-nova-fiat-strada-conforme-proprietarios/

Conheça detalhes do novo Pulse Abarth, lançado no BBB 2022

(Fotos: Divulgação/Fiat)

A Fiat aproveitou a vitrine proporcionada pelo Big Brother Brasil (BBB), programa o qual patrocina, e revelou ao público brasileiro, neste domingo (13), o novo Pulse Abarth – a Abarth é uma marca esportiva de propriedade da Fiat.  O carro começa a ser produzido no País no terceiro trimestre deste ano.

A montadora ainda não divulgou informações sobre a motorização e demais detalhes técnicos sobre a nova versão do Fiat Pulse. O que se pode notar, pelas imagens disponibilizadas, todas externas, é que o carro trará uma nova grade dianteira, com a tradicional logomarca da Abarth (que contem um escorpião) substituindo à da Fiat, e um parachoque com design mais agressivo, reforçando a característica esportiva do modelo. A pintura e as rodas também são diferenciadas.

A intenção da Stellatlantis, detentora das marcas, com a ação de marketing foi tornar a Abarth mais conhecida no Brasil. Já houve dois modelos produzidos por aqui que ostentaram a marca.

O Stilo Abarth foi lançado em 2002. A versão mais potente do hatch era equipada com um motor cinco cilindros de 2,4 litros, que gerava 167 cv de potência e 22,8 kgf.m de torque. Sua velocidade máxima era de 212 km/h e a aceleração de 0 a 100km/h era feita em apenas 8,4 segundos.

Em 2014 foi a vez do 500 Abarth que era ainda mais ligeiro – ia de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos. O compacto era equipado com o propulsor 1.4 Multiair 16 V Turbo, com potência de 167 cv e torque de 23 kgf.m. O design também trazia referência à esportividade da marca, com 16 elementos espalhados pela carroceria e interior do modelo, compondo linhas e contornos exclusivos.

Além disso, contava com duplo escapamento cromado, exclusivos faróis e rodas de liga leve de 16 polegadas, faixas laterais nas cores vermelho, branco e preto e capa dos retrovisores externos acompanhando a mesma cor da faixa.

Abarth terá outros modelos no Brasil

“Nosso planejamento visa a implementação da marca Abarth e não apenas o lançamento de um novo produto”, confirma Herlander Zola, vice-presidente sênior da Fiat para América do Sul, em comunicado à imprensa. “A Abarth é esportiva na sua essência, é excitante, provocante. É essa combinação que vai gerar valor tanto para a Abarth quanto para a própria Fiat”, afirma.

Segundo a Stellatlantis, o Pulse Abarth será apenas o primeiro produto com a marca esportiva a ser lançado por aqui. Com ele virá uma série de iniciativas para implantar a marca no país.

A primeira delas é o lançamento de uma plataforma digital exclusiva, que já está no ar. O site foi criado para “nos aproximar deste cliente apaixonado por performance. Ao se cadastrar nela, ele vai começar a receber informações exclusivas sobre a marca e sobre o Pulse Abarth ao longo dos próximos meses, até que o modelo seja lançado oficialmente”, explica Zola.

Outra medida diz respeito à rede de concessionárias Fiat, que terá lojas especializadas na venda de Abarth, com identidade visual exclusiva e contando com vendedores especialmente treinados.

Além disso, os carros da Fórmula 4 Brasil, que passará a ser disputada este ano,  com estreia programada para o dia 15 de maio, serão equipados com motores Abarth. O campeonato será desenvolvido em seis etapas com três corridas cada, com transmissão pelo canal Bandsports.

Fonte : https://garagem360.com.br/conheca-detalhes-do-novo-pulse-abarth-lancado-no-bbb-2022/

Os melhores carros seminovos para comprar e ter um feliz 2022

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Mesmo com os consecutivos aumentos nos preços dos carros zero-quilômetro, reflexo da pandemia e da insistente desvalorização do real, o mercado automotivo teve importantes lançamentos em 2021 em diversos segmentos, principalmente entre os SUVs. Publicidade

Apesar das novidades, alguns modelos consagrados pelos consumidores saíram de linha para dar lugar a carros novos, ou simplesmente por não atenderem às novas normas de emissões e de segurança.

Tanto os modelos recém-lançados quanto os que deixaram de ser produzidos no ano passado podem ser um bom negócio no mercado de seminovos, com descontos interessantes ou valorização futura.

Além de levar para casa um veículo praticamente novo, o consumidor economiza uma grana que poderá ser utilizada para pagar as despesas de documentação, seguro ou até mesmo algumas parcelas do IPVA, dependendo do modelo. 

Sem contar que não precisará esperar durante semanas ou meses a chegada do veículo 0 km à concessionária.

Confira na lista abaixo 10 seminovos interessantes para comprar em 2022, de acordo com os preços da Tabela Fipe Mobiauto. Vale lembrar que os valores podem variar de acordo com a região do país, estado de conservação do veículo, quilometragem, descontos do vendedor e outras variáveis:

1 – CAOA Chery Tiggo 8

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Lançado no mercado brasileiro em 2020, o Caoa Chery Tiggo 8 vem se destacando no segmento de SUVs de sete lugares. 

Montado em Anápolis (GO), o SUV de sete lugares oferece bom nível de equipamentos e motorização 1.6 turbo com injeção direta a gasolina, que entrega 187 cv de potência. A ela se alia um câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas banhado a óleo. A tração é dianteira.

Preço 0km: R$ 197.990
Preço seminovo (linha 2021): R$ 172.343
Diferença: 14,8%

2 – Honda City EXL

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Honda City acabou de ganhar uma nova geração, mas o modelo antigo pode ser uma boa compra se o consumidor souber negociar um desconto. O sedã é movido pelo motor 1.5 flex aspirado de 115 cv, combinado ao câmbio automático CVT.

Preço 0km (nova geração): R$ 118.900
Preço seminovo (linha 2021): R$ 104.107
Diferença: 14,1%

3 – Fiat Toro Volcano Turbo 270

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Fiat Toro Volcano Turbo 270 é a versão mais buscada com o novo motor 1.3 turboflex de 185 cv e transmissão automática de seis marchas. Nessa configuração, a picape compacta-média traz os equipamentos de série mais requisitados pelos consumidores.

Preço 0km: R$ 159.290
Preço seminovo (linha 2022): R$ 150.021
Diferença: 6,1%

4 – Ford EcoSport FreeStyle

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Ford EcoSport chegou a ser a grande referência do segmento no país em um passado não muito distante, mas deixou de ser produzido no começo de 2021 com o fechamento da fábrica da Ford em Camaçari (BA).

Entretanto, o SUV compacto ainda pode ser um bom negócio se o comprador conseguir um desconto generoso, considerando que se trata de um modelo fora de linha. Afinal, o motor 1.5 flex de 137 cv vem combinado a um câmbio automático de seis marchas que substituiu a problemática transmissão automatizada PowerShift. 

Preço 0km (linha 2021): R$ 93.390
Preço seminovo (linha 2021): R$ 88.854
Diferença: 5,11%

5 – Honda Civic EXL

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Um dos sedans mais elogiados pelos proprietários por sua robustez mecânica e dirigibilidade afinada, o Honda Civic teve a sua produção no Brasil encerrada devido ao baixo volume de vendas

Muito prejudicado pelos SUVs da mesma faixa de preços, o três-volumes ainda se mostra espaçoso e bem equipado na versão EXL, movida pelo propulsor 2.0 flex aspirado de 155 cv, atrelado à caixa automática CVT.

Preço 0km: R$ 142.700
Preço seminovo (linha 2021): R$ 136.168
Diferença: 4,8%

6 – Volkswagen Taos Highline 

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Principal lançamento da marca alemã em 2021, o VW Taos é fabricado na Argentina e utiliza a consagrada plataforma modular MQB para oferecer bom nível de equipamentos e ainda aproveitar o bom motor 1.4 turboflex de 150 cv, com câmbio automático Tiptronic de seis velocidades.

Preço 0km: R$ 197.590
Preço seminovo (linha 2022): R$ 189.243
Diferença: 4,41%

7 – Honda Fit EXL

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Outro Honda queridinho dos proprietários que dá adeus ao mercado brasileiro, o Fit deixou de ser fabricado no país para ser substituído pelo novo City hatchback, que começa a ser vendido em janeiro. O espaçoso e versátil monovolume é equipado com o motor 1.5 flex aspirado de 115 cv e câmbio automático CVT. 

Preço 0km: R$ 107.300
Preço seminovo (linha 2021): R$ 102.859
Diferença: 4,3%

8 – Volkswagen Fox Connect

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Outro veterano que saiu de linha por não se enquadrar mais nas novas leis de emissões e segurança, o Volkswagen Fox é sempre lembrado pelo bom espaço interno e pelo desempenho, aliado ao consumo moderado de combustível. 

As últimas versões (Connect e Xtreme) vinham equipadas com o motor 1.6 flex de 104 cv, da também extinta família EA111, e câmbio manual de cinco marchas.

Preço 0km (linha 2021): R$ 61.690
Preço seminovo (linha 2021): R$ 59.865
Diferença: 3,04%

9 – Toyota Corolla Cross XRX Hybrid 

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Primeiro SUV da Toyota fabricado no Brasil (o icônico Bandeirante era um parrudo jipe), o Corolla Cross vem atingindo bons números de vendas com apenas alguns meses de mercado. 

A sua versão topo de linha é movida pelo conjunto híbrido formado pelo motor 1.8 flex de ciclo Atkinson e um propulsor elétrico, que entregam potência combinada de 123 cv. O câmbio transeixo emula o funcionamento de uma caixa automática CVT.

Preço 0km: R$ 197.290
Preço seminovo (linha 2022): R$ 192.627
Diferença: 2,4%%

10 – Jeep Compass Limited T270 

Lançamentos e até modelos descontinuados em 2021 podem ser bons negócios no mercado de usados

Por fim, a versão mais procurada do Jeep Compass, com o novo motor 1.3 turboflex de 185 cv e transmissão automática de seis velocidades, foi o modelo que sofreu a menor variação de preços entre os lançamentos no mercado de seminovos. 

Assim como a Toro Volcano, o Compass Limited oferece os equipamentos de série mais buscados por seus consumidores. 

Preço 0km (linha 2022): R$ 188.390
Preço seminovo (linha 2022): R$ 187.099
Diferença: 0,7%

Fonte: https://www.mobiauto.com.br/revista/os-melhores-carros-seminovos-para-comprar-e-ter-um-feliz-2022/1519

BYD aposta no Brasil e promete carros híbridos “acessíveis” em 2022

Fundada em 1995 por Wang Chuanfu, na China, a BYD é muito mais que uma fabricante de carros elétricos. A empresa conta com 240 mil colaboradores, é a maior fabricante de baterias do mundo, já produziu 70 milhões de máscaras de proteção desde o início da pandemia e não está chegando ao Brasil apenas agora.

O lançamento do Tan, SUV 100% elétrico de 7 lugares, dá início a uma nova era, mas a fabricante já está por aqui há um tempo. Ela chegou há cinco anos e já tem três fábricas no país, nas quais produz chassis de ônibus elétricos, baterias e módulos fotovoltáicos. Agora, no entanto, resolveu entrar na briga no chamado mercado B2C (direto ao consumidor). E não está para brincadeira.

Em conversa com a reportagem do Canaltech durante o lançamento do Tan, Adalberto Maluf, diretor de marketing e de sustentabilidade da BYD, deu uma prévia do que o público brasileiro pode esperar em um futuro próximo

“A BYD é, hoje, a terceira maior montadora de veículos do mundo em valor de mercado e segunda maior vendedora de carros elétricos. Atuamos com muita força não só na China, como na Europa e na América Latina. Hoje nossos carros não têm nada a perder em relação aos líderes, e, como vêm com posicionamento de preço interessante, acreditamos que podem surpreender no Brasil em 2022”.

Adalberto também revelou que já fechou com um dos principais nomes em vendas de carros do segmento premium para dar início à comercialização do Tan e do Han por aqui: o grupo Eurobike. A loja em São Paulo será a primeira das 35 concessionárias planejadas pela BYD e será inaugurada no 1º trimestre de 2022.

Receita para vencer

Carregador da BYD ficou exposto durante apresentação do SUV Tan, em Tuiuti (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

O executivo não se mostrou preocupado com os diversos problemas estruturais que o mercado do Brasil ainda enfrenta para ver o segmento de carros elétricos embalar de vez. E a confiança de Adalberto Maluf está em um projeto que foi anunciado antes mesmo do evento: o “pacote completo”.

A ideia consiste em vender nas concessionárias não apenas o carro, mas também um painel solar para gerar a energia que irá para o carregador e, na sequência, para o veículo. E isso poderá ser aplicado a consumidores de quaisquer marcas de carros, não apenas da BYD:

“Ao oferecer energia solar, carregador, eventualmente bateria, a gente empodera nossos consumidores a terem nível de emissão zero, um ecossistema muito sustentável do ponto de vista ambiental. O próprio veículo tem o ‘V to V’ e o ‘V to load’. O consumidor pode usar o carro elétrico para abastecer uma máquina de café, pode tirar a casa da rede para não pagar uma taxa maior. Ao oferecer esse pacote completo, do sol à roda, do ponto de vista energético, a gente acredita que o mercado brasileiro tem um potencial muito grande para se consolidar”.

Veículos “acessíveis” em 2022

BYD Song Plus será SUV híbrido da marca com 1.200 km de autonomia (Imagem: Divulgação/BYD)

Tanta tecnologia e potência, a princípio inalcançáveis para boa parte da população brasileira, podem ficar um pouco menos distantes a partir do segundo semestre de 2022, segundo Maluf.

O executivo confirmou que a montadora chinesa está pronta para mandar ao mercado dois lançamentos híbridos: um SUV e um sedã, menores do que o Tan e o Han, 100% elétricos. A ideia é atender a uma gama de mercado com poder aquisitivo um pouco menos “agressivo”.

Segundo o diretor de marketing e sustentabilidade, o SUV híbrido chegará perto da casa dos R$ 200 mil, enquanto o sedã, menor do que o Han, será vendido por um preço ainda menor. E tudo com boa parte das tecnologias que vêm embarcadas nos modelos premium da marca.

“Estamos trazendo outros modelos ao Brasil para testar o mercado, seja nos híbridos, seja em veículos elétricos um pouco mais de entrada.No segundo semestre de 2022, a BYD terá um lineup um pouco mais robusto”, avisou, confirmando que o SUV será mesmo o Song Plus, que apresentará uma autonomia impressionante de até 1.200km.

Superesportivo BYD Han

Antes dos novos modelos, porém, é um sedã superesportivo que dará as caras por aqui. “Vamos lançar na sequência o sedã premium, Han, um veículo fantástico, que faz de 0 a 100km/h em 3,9 segundos, compete com Porsche Taycan e Tesla, com preços muito mais baixos e as mesmas tecnologias”, prometeu.

A ideia da BYD, segundo Adalberto Maluf, é chegar a 1,5 milhão de carros elétricos vendidos até o fim de 2021 e tomar da Tesla a posição que foi dela por 5 anos consecutivos.

”Viemos para nos posicionar e brigar pelo topo do mercado nacional, assim como brigamos a nível mundial. BYD e Tesla há 3 anos brigam para ver quem é a maior do mundo. BYD foi por 5 anos, Tesla nos passou nos últimos três, mas estamos tentando reconquistar terreno, e o Brasil faz parte dessa estratégia”, concluiu.

Fonte : https://canaltech.com.br/carros/byd-aposta-no-brasil-e-promete-carros-hibridos-acessiveis-em-2022-203113/

Advogado perde R$ 60 mil em golpe do falso leilão em São Carlos

Vítima chegou até um pátio na cidade para retirar o veículo arrematado, mas descobriu que tinha sido enganada.


Plantão policial de São Carlos — Foto: A Cidade ON/São Carlos

Plantão policial de São Carlos — Foto: A Cidade ON/São Carlos

Um advogado de 52 anos perdeu R$ 60 mil após cair em um golpe do falso leilão de uma suposta empresa de São Carlos (SP).

Segundo o Boletim de Ocorrência, a vítima relatou que arrematou um lote em um leilão virtual e efetuou o pagamento de R$ 60.890,00 por meio de boleto bancário no dia 27 de outubro.

Ele recebeu a orientação para retirar o veículo na segunda-feira, na sede da empresa, que supostamente seria em uma estrada rural em São Carlos, mas quando chegou ao local percebeu que havia caído em um golpe.

O funcionário do suposto pátio também relatou que outras pessoas estão caindo no mesmo golpe. A vítima chegou a comunicar o banco e deve aguardar a conclusão de análise da área de fraudes da agência.

Fonte : https://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2021/11/03/advogado-perde-r-60-mil-em-golpe-do-falso-leilao-em-sao-carlos.ghtml