Categorias
ADVOGADO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA GOLPE LEILÃO FALSO 11985334443 CAÍ NO GOLPE DO LEILÃO 11985334443 CAI NO GOLPE DO LEILÃO O QUE FAZER 11985334443 GOLPE DO FALSO LEILÃO 11985334443 GOLPE DO LEILÃO FALSO 11985334443 GOLPE FALSO LEILÃO O QUE FAZER 11985334443 GOLPE LEILÃO DE CARROS GOLPE LEILÃO DE MOTOS GOLPE LEILÃO O QUE FAZER LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS SP LISTA DE LEILÕES FALSOS LISTA DE LEILÕES FALSOS 2021 LISTA DE SITES DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE SITES FALSOS DE LEILÃO SITES CONFIÁVEIS LEILÃO ONLINE SITES DE LEILÃO ONLINE CONFIÁVEIS SP

Criptomoedas: pesquisa mostra que ativo já é usado em 43% de golpes financeiros

De acordo com a pesquisa da CVM, principais vítimas são homens na faixa dos 30 anos e com renda de até 5 salários mínimos.

Criptomoedas: pesquisa mostra que ativo já é usado em 43% de golpes financeirosPexels

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou um levantamento mostrando que o aumento de esquemas de pirâmides financeiras envolvendo criptomoedas está aumentando. O ativo já é usado em 43% das práticas criminosas.

Na maioria das vezes, essa modalidade de golpe tem como vítimas pessoas que procuram rendimentos rápidos, que veem nos juros baixos, nas promessas de altos retornos e a na alta forte do bitcoin — que já subiu 59% somente neste ano –, uma oportunidade.

A pesquisa também mostra que, no ano passado, os crimes financeiros subiram 75%. Golpes com criptomoedas ficaram no topo da lista das fraudes, sendo 43% dos esquemas.

Ainda foi identificado que a divulgação das fraudes é mais frequente por WhatsApp (27,5%), seguido pela divulgação boca a boca (19,7%).

As vítimas mais comuns são homens (91%), de 30 a 39 anos (36,5% do total), com renda familiar de dois a cinco salários mínimos (23%), e ensino superior completo ou pós-graduação (71%).

Saiba evitar golpes com criptomoedas

Carlos Castro, da Associação Brasileira de Planejamento Financeiro (Planejar), preparou algumas dicas para investidores ficarem alertas e evitarem golpes relacionados às moedas digitais:

  • Não acredite em ganhos absurdos;
  • Não invista no que não conhece;
  • Não transfira dinheiro para desconhecidos;
  • Invista pouco;
  • Consulte histórico da instituição;
  • Invista por ETFs e fundos;
  • Busque ajuda de profissionais.

Fonte: https://www.contabeis.com.br/noticias/48618/criptomoedas-pesquisa-mostra-que-ativo-ja-e-usado-em-43-de-golpes-financeiros/

Categorias
ADVOGADO EM SÃO PAULO

Saiba como evitar cair em ‘pirâmides’ e outros golpes financeiros

Em caso recente, suspeito de comandar esquema ilegal fez vítimas em 4 estados brasileiros e agora tem vida luxuosa em Dubai. Grupo convencia investidores a investir sob a promessa de retorno de até 4% ao mês.


VÍDEO: Chefes de quadrilha que aplicava golpes financeiros estiveram em Dubai

VÍDEO: Chefes de quadrilha que aplicava golpes financeiros estiveram em Dubai

Uma quadrilha suspeita de aplicar golpes financeiros em quatro estados brasileiros, e cujo um dos idealizadores fugiu para Dubai depois de descoberto, acendeu um alerta para esses tipos de armadilha.

O golpe — como muitos outros — começou com a oferta de um grande negócio, com altos rendimentos. Tudo sempre endossado por alguém com grande poder de convencimento.

“O golpe era dado em duas modalidades. Na primeira, a pessoa entregava as economias que tinha, e eles prometiam uma rentabilidade de 3% a 4% por mês. Ao final de um ano, eles também prometiam o retorno de todo o dinheiro investido. Na segunda modalidade, quando as vítimas não tinham dinheiro, pediam para que as vítimas pegassem um empréstimo no banco para investir”, explica Daniela Rebelo, da Delegacia de Defraudações do Rio, que investiga o caso.

Garantia

Segundo o professor, não existe garantia em mercado financeiro. Um investidor sério ou um analista de crédito vai sempre alertar que existe um risco esperado no negócio, que a rentabilidade passada não é a mesma futura e, diante disso, oferecer um investimento cujos riscos o cliente possa lidar.

Rentabilidade

Um dos grandes chamarizes dos golpistas é oferecer sempre um grande negócio, com alto rendimento.

“Hoje em dia, no cenário atual, se falar em rendimento de 10% ao ano é furada. Se falar em 10% ao mês então, é golpe na certa. A taxa que regula investimentos é a Selic, que atualmente é de 4,25% ao ano”, alerta Daniel.

Cartório

Contratos registrados em cartório significam muito pouco na hora de reclamar alguma coisa. O professor esclarece que o ideal é checar o nome da empresa ou instituição financeira junto às autoridades responsáveis.

“Se for um investimento, o ideal é checar junto a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para ver se aquele fundo existe, se está autorizado. Em caso de instituições, basta checar junto ao Banco Central para saber se o banco está regulado, se está autorizado a prestar aquele serviço financeiro”, diz.

Prazo do golpe

Daniel Sousa alerta ainda que um dos fatores que costumam convencer as pessoas que o negócio não é um golpe é o prazo para ele acontecer.

“As pessoas acreditam muito que o golpe vai acontecer de uma vez só, que vão sumir logo com seu dinheiro. Um conhecido veio me pedir consultoria de um negócio alegando que tinha gente recebendo o investimento certinho já há seis meses. Mas tinha característica de pirâmide, era golpe e em algum momento eles parariam de pagar e sumiriam com o dinheiro. Pirâmide foi feita para dar errado. Não tem jeito”, alerta.

Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2021/07/06/saiba-como-evitar-cair-em-piramides-e-outros-golpes-financeiros.ghtml

Categorias
ADVOGADO EM SÃO PAULO

Grupo preso em operação contra golpes com criptomoedas tem prisão convertida em preventiva

Operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Sorocaba cumpriu mandados de busca, apreensão e prisão expedidos nas cidades de Sorocaba, São Paulo, Barueri e Araçoiaba da Serra (SP).

Seis pessoas foram presas durante a operação em Sorocaba  — Foto: Reprodução/ TV TEM

Seis pessoas foram presas durante a operação em Sorocaba — Foto: Reprodução/ TV TEM

A Justiça decretou, nesta sexta-feira (10), as prisões preventivas de cinco suspeitos de aplicarem golpes com criptomoedas, que foram alvo de uma operação da Polícia Civil e Ministério Público no dia 1° deste mês.

De acordo com a promotoria, as prisões temporárias foram convertidas em preventivas. Na época em que foi desencadeada a operação, seis pessoas foram presas. Uma delas foi liberada posteriormente e segue sendo investigada.

A operação “Criptogolpe”, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Sorocaba, cumpriu mandados de busca, apreensão e prisão expedidos nas cidades de Sorocaba, São Paulo, Barueri e Araçoiaba da Serra (SP).

Grupo suspeito de aplicar golpes com criptomoedas é preso durante operação na região

Grupo suspeito de aplicar golpes com criptomoedas é preso durante operação na região

Promessa de lucro

A quadrilha suspeita de aplicar golpes com criptomoedas atraía as vítimas com a promessa de renda de 10% ao mês sobre o valor investido, mas sumia com o dinheiro, segundo a promotoria de Sorocaba.

De acordo com o promotor de Justiça, Cláudio Bonadia de Souza, no começo, as vítimas faziam os investimentos e recebiam o valor prometido, porém, em outras tentativas elas perderam dinheiro e não conseguiram recuperar.

Grupo suspeito de dar golpe com criptomoedas prometia lucro de 10% ao mês, mas sumia com dinheiro dos clientes — Foto: Reprodução/ TV TEM

Grupo suspeito de dar golpe com criptomoedas prometia lucro de 10% ao mês, mas sumia com dinheiro dos clientes — Foto: Reprodução/ TV TEM

O grupo também tinha uma célula jurídica, que buscava evitar que as vítimas registrassem denúncias contra o esquema de fraude.

“Diversas vezes, chegaram a oferecer até um imóvel, mas tudo não se concretizava. Tudo foi acontecendo e essa foi a razão da representação'”, explica o promotor.

A primeira movimentação do grupo ocorreu em agosto de 2019 e foi iniciada após vítimas denunciarem o esquema. O Gaeco informou que não há um número exato de vítimas que sofreram golpes e as investigações continuam.

Operação

Operação Criptogolpe investiga um grupo suspeito de aplicar golpes com criptomoedas. Segundo a investigação, a quadrilha aliciava pessoas pela internet para investimento, porém, o valor não era aplicado.

Conforme o Gaeco, mais de R$ 1,4 mi foram movimentados pelo grupo que mantinha vida de ostentação.

Gaeco e Deic de Sorocaba (SP) fazem operação contra grupo suspeito de aplicar golpes com criptomoedas — Foto: Wilson Gonçalves Jr./TV TEM

Gaeco e Deic de Sorocaba (SP) fazem operação contra grupo suspeito de aplicar golpes com criptomoedas — Foto: Wilson Gonçalves Jr./TV TEM

O grupo contava com o apoio de campanhas publicitárias veiculadas nas redes sociais e na televisão, em canais abertos. Também utilizavam personalidades influentes para conseguir a confiança das vítimas.

Na operação, computadores, documentos e carros, entre eles um de luxo, foram apreendidos.

‘Certificado de R$ 140 milhões’

Preso em operação contra fraude em criptomoedas tinha 'certificado' de conta com 150 milhões — Foto: Gaeco/Divulgação

Preso em operação contra fraude em criptomoedas tinha ‘certificado’ de conta com 150 milhões — Foto: Gaeco/Divulgação

Um dos presos na operação tinha “um certificado” de uma conta com mais de R$ 140 milhões. Além do certificado, que contém o valor em Euros, as equipes também encontraram duas moedas, que são usadas como símbolos e que não possuem valor atrelado.

O advogado de dois suspeitos, Rafael Dourado e José Carlos Mello, informou à TV TEM que não teve acesso ao processo e não entende a acusação feita pelo Ministério Público porque a empresa estava há dois anos sem atividades.

Ele informou ainda que a empresa estava em acordo judicial para pagar as pessoas que tiveram prejuízo e afirmou que estranhou as prisões porque todos os envolvidos tinham endereço fixo.

Moedas apreendidas durante operação em Sorocaba (SP) são usadas como símbolos e que não possuem valor atrelado.  — Foto: Divulgação

Moedas apreendidas durante operação em Sorocaba (SP) são usadas como símbolos e que não possuem valor atrelado. — Foto: Divulgação

Fonte:https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/2021/09/10/grupo-preso-em-operacao-contra-golpes-com-criptomoedas-tem-prisao-convertida-em-preventiva.ghtml

Categorias
ADVOGADO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA EM FRAUDES LEILÃO ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE CAMINHÕES 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE CARROS 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE VEÍCULOS 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA GOLPE LEILÃO FALSO 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA LEILÃO FALSO 11985334443 ASSESSORIA LEILÃO DE AUTOMÓVEIS DR MARCELO MIGUEL Assessoria LEILÃO de CAMINHÕES Assessoria LEILÃO DE CARROS ASSESSORIA LEILÃO DE VEÍCULOS COMO SABER SE UM SITE DE LEILÃO É SEGURO CONSULTORIA LEILÃO DE CAMINHÕES DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO DE CARROS DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO DE VEÍCULOS DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO ONLINE 11985334443 GOLPE DO FALSO LEILÃO 11985334443 GOLPE DO LEILÃO FALSO 11985334443 GOLPE FALSO LEILÃO O QUE FAZER 11985334443 GOLPE LEILÃO DE CARROS GOLPE LEILÃO DE MOTOS GOLPE LEILÃO O QUE FAZER LISTA DE LEILOEIROS OFICIAIS SP LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS SP LISTA DE LEILÕES FALSOS LISTA DE LEILÕES FALSOS 2021 LISTA DE LEILÕES VERDADEIROS LISTA DE SITES DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE SITES FALSOS DE LEILÃO SITES CONFIÁVEIS LEILÃO ONLINE SITES DE LEILÃO ONLINE CONFIÁVEIS SP

‘É Golpe’: veja as fraudes mostradas pelo novo quadro do Fantástico e saiba como se proteger

Tá cheio de fraude por aí. E o novo quadro do Fantástico vai te ajudar a se proteger.


Neste domingo (27), o Fantástico estreou um novo quadro, “É golpe”, onde vai mostrar um problema que está atordoando a vida dos brasileiros: a avalanche de golpes eletrônicos. A cada hora, cem brasileiros são vítimas de estelionato.

Golpe do falso leilão

Moradores de Aracruz caem em golpe de leilão falso, no ES  — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Moradores de Aracruz caem em golpe de leilão falso, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta


O golpe do leilão é um golpe muito bem arquitetado, que copia o sistema de gestão de leilões. A estrutura de atendimento, que é sempre online, está sempre disponível, e está lá pra se relacionar com as potenciais vítimas, fazendo com que elas ganhem confiança e acabem pagando indevidamente.

  1. A pressa e a insistência são os maiores aliados do golpista. Eles oferecem descontos pra a vítima pagar logo.
  2. produtos normalmente estão em ótimo estado nas imagens divulgadas. Se você não conhece o leiloeiro oficial com que você está negociando, não oferte sem primeiro ver o veículo. Atenção: os golpistas têm uma resposta pronta pra quem pede pra conferir o veículo presencialmente. Golpistas usam banco de imagens profissionais para passar veracidade na conversa.

Golpe do novo número

Novo golpe cria perfis falsos de hotéis nas redes e atrai vítimas com promoções

Novo golpe cria perfis falsos de hotéis nas redes e atrai vítimas com promoções

Golpistas estão ativando números de celulares e pegando fotos nas redes sociais para colocar no perfil do whatsapp. Feito isso, eles mandam mensagens para familiares da pessoa da foto e, primeiro dizem que é um novo número, depois dão sequência na conversa para pedir dinheiro. É uma novo forma de aplicar golpe pelo aplicativo burlando a verificação em duas etapas.

  1. Desconfiar de toda mensagem atípica.
  2. Desconfiar sempre que a foto do aplicativo de WhatsApp estiver vinculada a um número de telefone desconhecido.
  3. Antes de tomar qualquer medida, como por exemplo fazer um depósito ou transferência, checar a veracidade dessa informação, ligando pro número que você tem salvo na sua agenda: o número do contato, e não aquele número que aparece vinculado à fotografia.

Golpe do perfil falso

Golpistas criam um perfil falso nas redes sociais – de hoteis, restaurantes e outros estabelecimentos – e ‘promovem’ sorteios. Eles mandam mensagens aos seguidores do perfil oficial com a promessa de conseguir, por exemplo, ganhar diárias grátis. O que eles querem na verdade é usar o telefone da vítima para pedir dinheiro aos contatos dela.

  1. Desconfie sempre! Não imagine que um hotel vai oferecer três diárias gratuitas do nada, vai entrar em contato com você do nada.
  2. Sempre faça uma checagem: procure qual o site do hotel e pegue os contatos de telefone ou de email para descobrir se a oferta é real, já que é nas redes que os golpistas criam os perfis falsos, mudando sutilmente o nome do estabelecimento real.
  3. Fique atento! Hotéis nunca pedem códigos de dispositivo nenhum.

Fonte: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2021/06/27/e-golpe-veja-as-fraudes-mostradas-pelo-novo-quadro-do-fantastico-e-saiba-como-se-proteger.ghtml

Categorias
ADVOGADO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA EM FRAUDES LEILÃO ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE CAMINHÕES 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE CARROS 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE VEÍCULOS 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO EM SÃO PAULO ADVOGADO ESPECIALISTA GOLPE LEILÃO FALSO 11985334443 ADVOGADO ESPECIALISTA LEILÃO FALSO 11985334443 ASSESSORIA LEILÃO DE AUTOMÓVEIS DR MARCELO MIGUEL Assessoria LEILÃO de CAMINHÕES Assessoria LEILÃO DE CARROS ASSESSORIA LEILÃO DE VEÍCULOS CAÍ NO GOLPE DO LEILÃO 11985334443 COMO SABER SE UM SITE DE LEILÃO É SEGURO CONSULTORIA LEILÃO DE CAMINHÕES DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO DE CARROS DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO DE VEÍCULOS DR MARCELO MIGUEL 11985334443 CONSULTORIA LEILÃO ONLINE 11985334443 GOLPE DO FALSO LEILÃO 11985334443 GOLPE DO LEILÃO FALSO 11985334443 GOLPE FALSO LEILÃO O QUE FAZER 11985334443 GOLPE LEILÃO DE CARROS GOLPE LEILÃO DE MOTOS GOLPE LEILÃO O QUE FAZER LISTA DE LEILOEIROS OFICIAIS SP LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE LEILÕES CONFIÁVEIS SP LISTA DE LEILÕES FALSOS LISTA DE LEILÕES FALSOS 2021 LISTA DE LEILÕES VERDADEIROS LISTA DE SITES DE LEILÕES CONFIÁVEIS LISTA DE SITES FALSOS DE LEILÃO SITES CONFIÁVEIS LEILÃO ONLINE SITES DE LEILÃO ONLINE CONFIÁVEIS SP

NOVO SISTEMA PARA LIBERAÇÃO DE VEÍCULOS DE LEILÃO

Nova versão do RenaJud vai agilizar leilões de veículos apreendidos

Centenas de veículos apreendidos que lotam os pátios dos departamentos de trânsito em todo o país poderão ir à venda em leilão de forma mais ágil e desburocratizada. A solução para esse gargalo está no WS-RenaJud, versão avançada e atualizada do sistema on-line de restrição judicial de veículos lançada nessa terça-feira (31/8), durante a prorrogação da parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e os Ministérios da Justiça e de Segurança Pública e da Infraestrutura.

A cooperação técnica foi firmada em outubro de 2020 para modernizar e aperfeiçoar o acesso à Justiça e o tratamento dado a bens apreendidos no âmbito do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Durante a cerimônia de renovação da parceria, o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, destacou que a nova versão do sistema representa maior eficiência e agilidade da atuação da Justiça, possibilitando o cumprimento em tempo real das ordens judiciais, como a realização de leilões.

“Justiça atrasada não é Justiça. Mas injustiça qualificada”, afirmou Fux, citando Ruy Barbosa. “A Justiça deve ser prestada a tempo, e que respeite um prazo razoável, respeitando o direito daquele que tem razão. Esse é um grande passo para cumprir um postulado constitucional da duração razoável dos processos, que não se limita ao processo de definição de direitos, mas alcança sua fase satisfativa de cumprimento da decisão judicial.”

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, lembrou que o primeiro acordo para o sistema RenaJud foi implementado há 15 anos. E a cada dia a parceria vem evoluindo. “Estamos mantendo um acordo que disponibiliza essa importante ferramenta eletrônica que tem uma importante missão: a adoção de forma célere, pela Justiça, dos bens apreendidos.”

O ministro da Justiça, Anderson Torres, reforçou que o trabalho em conjunto busca resolver um problema histórico com relação a destinação de bens alienados. Ele contou que milhares de veículos são apreendidos pelas forças de segurança e, após decisão judicial, são leiloados pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Segundo Torres, mais de 4 mil veículos já foram leiloados pela Secretaria. E, somente neste ano, foram arrecadados R$ 200 milhões com a venda de bens apreendidos do tráfico de drogas e outros crimes.

No entanto, muitas das pessoas que compram não conseguem transferir os bens para os seus nomes, por impedimentos junto aos órgãos de trânsito. “Com essa modernização, objeto desse acordo, conseguiremos desembaraçar essas questões.”

Veículos sem ônus de dívida

Na nova ferramenta, as dívidas vinculadas a veículos alienados, como IPVA e multas de trânsito, são automaticamente transferidas para o CPF ou CNPJ da pessoa que tem o débito. Com isso, a Justiça poderá autorizar a remarcação de novo chassi, uma pré-condição para a alienação.

Até então, um veículo apreendido e destinado a alienação levava 18 meses em média para ser leiloado, em uma operação marcada pela demora, burocracia e incertezas entre as partes. Em meio a essa demora, os pátios dos Detrans se tornaram permanentemente lotados e com veículos apreendidos em condições de uso virando sucata a céu aberto.

A partir do WS-Renajud, a perspectiva é que os leilões dos veículos – ADVOGADO ESPECIALISTA EM LEILÃO DE VEÍCULOS DR MARCELO MIGUEL apreendidos sejam feitos em poucos dias, em uma alienação judicial que soluciona passivos entre várias partes: quem tem a propriedade do veículo, credores, credoras e órgãos públicos com direito a receber tributos e multas em atraso.

Suspensão on-line da CNH

Outro avanço é a funcionalidade que permite a efetivação de decisão de suspensão e liberação de carteiras nacionais de trânsitos de forma automática e sem a necessidade de emissão de ordens judiciais. A nova ferramenta foi idealizada para funcionar dentro do Processo Judicial Eletrônico (PJe) e nos demais sistemas eletrônicos utilizados pelos tribunais. Ela também foi concebida dentro da Plataforma Digital do Poder Judiciário, seguindo a diretriz de oferta de multisserviços tecnológicos em um mesmo meio e conforme as necessidades dos tribunais.

À medida que o WS-Renajud tiver seu uso disseminado, o sistema atual do Renajud, acessado via página específica na web, será descontinuado. As informações técnicas do mecanismo serão apresentadas em webinário no dia 10 de setembro, voltado para magistrados, magistradas, servidores, servidoras e profissionais da área de tecnologia dos tribunais as informações técnicas para acesso e utilização da nova versão. No encontro, serão apresentados os módulos de leilão de bens apreendidos e a funcionalidade para suspensão/liberação de CNHs.

Luciana Otoni e Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias

Centenas de veículos apreendidos que lotam os pátios dos departamentos de trânsito em todo o país poderão ir à venda em leilão de forma mais ágil e desburocratizada. A solução para esse gargalo está no WS-RenaJud, versão avançada e atualizada do sistema on-line de restrição judicial de veículos lançada nessa terça-feira (31/8), durante a prorrogação da parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e os Ministérios da Justiça e de Segurança Pública e da Infraestrutura.

A cooperação técnica foi firmada em outubro de 2020 para modernizar e aperfeiçoar o acesso à Justiça e o tratamento dado a bens apreendidos no âmbito do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Durante a cerimônia de renovação da parceria, o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, destacou que a nova versão do sistema representa maior eficiência e agilidade da atuação da Justiça, possibilitando o cumprimento em tempo real das ordens judiciais, como a realização de leilões.

“Justiça atrasada não é Justiça. Mas injustiça qualificada”, afirmou Fux, citando Ruy Barbosa. “A Justiça deve ser prestada a tempo, e que respeite um prazo razoável, respeitando o direito daquele que tem razão. Esse é um grande passo para cumprir um postulado constitucional da duração razoável dos processos, que não se limita ao processo de definição de direitos, mas alcança sua fase satisfativa de cumprimento da decisão judicial.”

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, lembrou que o primeiro acordo para o sistema RenaJud foi implementado há 15 anos. E a cada dia a parceria vem evoluindo. “Estamos mantendo um acordo que disponibiliza essa importante ferramenta eletrônica que tem uma importante missão: a adoção de forma célere, pela Justiça, dos bens apreendidos.”

O ministro da Justiça, Anderson Torres, reforçou que o trabalho em conjunto busca resolver um problema histórico com relação a destinação de bens alienados. Ele contou que milhares de veículos são apreendidos pelas forças de segurança e, após decisão judicial, são leiloados pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Segundo Torres, mais de 4 mil veículos já foram leiloados pela Secretaria. E, somente neste ano, foram arrecadados R$ 200 milhões com a venda de bens apreendidos do tráfico de drogas e outros crimes.

No entanto, muitas das pessoas que compram não conseguem transferir os bens para os seus nomes, por impedimentos junto aos órgãos de trânsito. “Com essa modernização, objeto desse acordo, conseguiremos desembaraçar essas questões.”

Veículos sem ônus de dívida

Na nova ferramenta, as dívidas vinculadas a veículos alienados, como IPVA e multas de trânsito, são automaticamente transferidas para o CPF ou CNPJ da pessoa que tem o débito. Com isso, a Justiça poderá autorizar a remarcação de novo chassi, uma pré-condição para a alienação.

Até então, um veículo apreendido e destinado a alienação levava 18 meses em média para ser leiloado, em uma operação marcada pela demora, burocracia e incertezas entre as partes. Em meio a essa demora, os pátios dos Detrans se tornaram permanentemente lotados e com veículos apreendidos em condições de uso virando sucata a céu aberto.

A partir do WS-Renajud, a perspectiva é que os leilões dos veículos apreendidos sejam feitos em poucos dias, em uma alienação judicial que soluciona passivos entre várias partes: quem tem a propriedade do veículo, credores, credoras e órgãos públicos com direito a receber tributos e multas em atraso.

Suspensão on-line da CNH

Outro avanço é a funcionalidade que permite a efetivação de decisão de suspensão e liberação de carteiras nacionais de trânsitos de forma automática e sem a necessidade de emissão de ordens judiciais. A nova ferramenta foi idealizada para funcionar dentro do Processo Judicial Eletrônico (PJe) e nos demais sistemas eletrônicos utilizados pelos tribunais. Ela também foi concebida dentro da Plataforma Digital do Poder Judiciário, seguindo a diretriz de oferta de multisserviços tecnológicos em um mesmo meio e conforme as necessidades dos tribunais.

À medida que o WS-Renajud tiver seu uso disseminado, o sistema atual do Renajud, acessado via página específica na web, será descontinuado. As informações técnicas do mecanismo serão apresentadas em webinário no dia 10 de setembro, voltado para magistrados, magistradas, servidores, servidoras e profissionais da área de tecnologia dos tribunais as informações técnicas para acesso e utilização da nova versão. No encontro, serão apresentados os módulos de leilão de bens apreendidos e a funcionalidade para suspensão/liberação de CNHs.

Luciana Otoni e Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias