Procurador que atacou juíza com faca é transferido para penitenciária em Tremembé, SP

G1 apurou que ele deu entrada na P2 por volta das 14h40. Procurador foi preso após esfaquear juíza na sede do TRF 3 em São Paulo.


Procurador Matheus Carneiro Assunção foi preso após o ataque à juíza — Foto: TV Globo/Reprodução

Procurador Matheus Carneiro Assunção foi preso após o ataque à juíza — Foto: TV Globo/Reprodução

O procurador da Fazenda Matheus Carneiro Assunção, preso após esfaquear a juíza Louise Filgueiras na sede Tribunal Regional Federal da 3ª Região na capital paulista, foi transferido nesta quinta-feira (24) para a penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, a P2 em Tremembé (SP). A defesa dele, que já afirmou que ele está com ‘grave perturbação mental’, informou que ficou ‘consternada’ com a transferência (leia mais abaixo).

G1 apurou que ele deu entrada na P2 por volta das 14h40. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) foi procurada, mas não retornou até a publicação da reportagem.

O procurador foi preso após o crime e no início do mês a justiça substituiu a prisão preventiva do procurador pela internação provisória no Hospital das Clínicas, em São Paulo.

A transferência ocorre após a Justiça Federal determinar que o Hospital das Clínicas enviasse informações detalhadas sobre o estado clínico e os procedimentos de internação do procurador da fazenda. O caso corre em segredo de Justiça.

Inicialmente ele seria encaminhado para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico Dr. Arnaldo Amado Ferreira, em Taubaté (SP), mas não pode ser levado ao presídio por ser preso provisório, de acordo com a Lei Antimanicomial.

O que diz a defesa do procurador

O advogado Leonardo Magalhães Avelar informou em nota que “a defesa ficou consternada com a decisão judicial de transferência para a Penitenciária de Tremembé. O Paciente necessita de tratamento médico constante, em local adequado. A transferência para uma Penitenciária traz graves riscos ao estado de saúde física e mental de Matheus Carneiro.”

Ataque

De acordo com o Tribunal Federal da 3ª Região, o procurador entrou no prédio no dia 3 para participar de um congresso de combate à corrupção à administração pública. Para entrar no prédio, ele apresentou a carteira funcional.

Por volta das 18h, após deixar o evento, ele usou as escadas e entrou em diversos gabinetes de desembargadores federais. Um dos gabinetes que o procurador entrou foi do desembargador Paulo Fontes, onde estava a juíza federal Louise Filgueiras. A juíza tinha sido convocada para cobrir as férias do desembargador.

O procurador atacou a juíza várias vezes com a faca. Ela conseguiu desviar da maior parte dos golpes. Em seguida, o agressor foi contido por um servidor, que acionou a Secretaria de Segurança Institucional do TRF e a Polícia Federal.

O procurador foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado e levado para a sede da Polícia Federal na Lapa, Zona Oeste de São Paulo.

A juíza sofreu um corte superficial no pescoço e foi atendida pelos médicos do próprio Tribunal. Ela passa bem.Testemunhas disseram que o procurador estava transtornado e que gritava que estava lá para acabar com a corrupção.

Procurador Matheus Carneiro Assunção foi transferido para a Penitenciária P2 em Tremembé — Foto: Silas Basílio/ Rede Vanguarda

Procurador Matheus Carneiro Assunção foi transferido para a Penitenciária P2 em Tremembé — Foto: Silas Basílio/ Rede Vanguarda

FONTE:
https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2019/10/24/procurador-que-atacou-juiza-com-faca-e-transferido-para-penitenciaria-em-tremembe-sp.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *